Publicidade

terça-feira, 30 de abril de 2013

Setim fala do julgamento do Ministério Público

Nota oficial foi divulgada a pouco pela Assessoria de Imprensa da Prefeitura

O Ministério Público do Paraná divulgou ontem (29) a condenação, em primeira instância, do prefeito de São José dos Pinhais, Luiz Carlos Setim, a respeito de não ter realizado licitação na cidade com as empresas de ônibus, quando no seu segundo mandato (2001-2004). A decisão na Vara da Fazenda Pública do Foro Regional acarreta perda do cargo de prefeito, multa e a suspensão dos direitos políticos por seis anos. Agora a pouco, a Assessoria de Imprensa do prefeito divulgou nota. 

"[...] o prefeito Luiz Carlos Setim explica o que aconteceu na época e afirma provar que a decisão tomada na época foi baseada em pareceres, dentre eles de advogados de renome nacional, que legalizaram o ato. Segundo o prefeito Luiz Carlos Setim, a decisão daquela época em prorrogar o contrato não acarretou em perda aos cofres públicos, pois não houve pagamento de valores em espécie à empresa Sanjotur.

O prefeito Luiz Carlos Setim contou que em 2002 não houve uma articulação de dispensa de licitação proposital – o que houve foi a prorrogação de um contrato que já existia entre a Prefeitura de São José dos Pinhais e a empresa Sanjotur, a qual era originária de uma concorrência pública, e que tinha a concessão para operar nas linhas rurais. Na época não houve entendimento de irregularidade no ato.

Setim reitera que decisão similar de prorrogar contrato de concessão já havia sido tomada pelo prefeito anterior, João Ferreira, em relação à empresa Auto Viação São José, e que ele acabou herdando o mesmo processo em relação à Sanjotur. O Prefeito salienta ainda que assinatura foi realizada naquela época para que os preços das passagens não aumentassem, pensando nos são-joseenses que usavam o transporte coletivo rural, diante de pareceres técnicos e jurídicos dizendo que seria possível a prorrogação do contrato – pareceres estes que integram o processo e que serão avaliados durante essa segunda instância, e que podem provar que não houve dolo ou culpa diante do ato", diz a nota.

Fonte: PautaSJP

"Nada a temer", garante Setim


O prefeito de São José dos Pinhais, Luiz Carlos Setim (foto) que pela terceira vez exerce o cargo na cidade, disse ontem com exclusividade ao Blog do Bronca que não tem nada a temer quanto à ação que lhe move a Justiça sobre fato ocorrido em 2002.

A decisão da Vara da Fazenda Publica do Foro Regional de São José dos Pinhais determina que Setim deixe o cargo, suspende seus direitos políticos e ainda pague uma multa de R$ 100 mil.
Ontem, o Ministério Público do Paraná distribui release à imprensa estadual e nacional com grande alarde, dando a impressão do "uso politico" da ação.

"Eu sou um homem publico, tenho raízes, conheço muito bem os meus limites, pratico a ética para balizar a minha vida publica, nada tenho a temer, sempre confiei nos desígnios de Deus e luto a favor da minha cidade e da sua gente, sempre fiz isso. Tenho muita experiencia politica e o meu principal objetivo é servir e graças a Deus o povo de São José dos Pinhais sempre reconheceu isso, dando as melhores respostas sobre o meu trabalho". 

A verdade

O prefeito foi julgado em primeiro grau, portanto, cabendo recurso. Agora, ele aguarda publicação da sentença, depois disso terá cinco dias para apresentar recurso, mas seus advogados já estão com a situação preparada, segundo ele.

"Eu estranho algumas coisas, esse processo é de 2002, foi instruído a partir de 2009 e agora é retomado. Não sei como isso acontece, pois existem cerca de 22 mil processos pendentes no Fórum e não são julgados e o meu, de repente ganhou celeridade, só pode ser por interesses políticos , admitiu Setim, sem citar nomes.
"Curitiba que é a nossa capital não tem licitação até hoje e nada acontece, porque foi acontecer aqui? Não entendo" desabafa o prefeito.

Luiz Carlos Setim foi condenado por ter renovado contratos de transporte coletivo da área rural de São José dos Pinhais no ano de 2002 sem licitação, após receber laudos técnicos e jurídicos para assim proceder.

Notas na imprensa informaram que no ano passado (2011) houve um recalculo e reequilíbrio financeiro referente o transporte coletivo em São José dos Pinhais, com participação do Ministério Publico ao lado do ex-prefeito Ivan Rodrigues, quando definiram o pagamento de um reajuste solicitado pelas empresas de transporte desde aquela época. O fato expõe uma contradição, uma vez que o próprio MP é autor da ação contra Setim, mas corroborou o reajuste retrocedendo àquele tempo.

"Eu estou tranquilo quanto a isso, sei que o tema vem desde 2002 e que em 2009 prescreveria, mas isso não aconteceu o que me leva a crer numa ação arquitetada com viés politico", afirma Setim. "Na inicial tive oportunidade de colocar as nossas ponderações, porém com a celeridade do processo, ficamos sem a chance de apresentar novos argumentos, o que faremos agora", admitiu.

Favorecimento da população

Luiz Carlos Setim disse que efetuou o reequilíbrio em 2002 para que os preços das passagens não aumentassem, pensando no bolso dos contribuintes que usavam o transporte coletivo, "o que pode ser comprovado nos estudos técnicos e jurídicos das planilhas elaboradas na época".

A sentença só terá efeito quando tramitar em julgado, cabendo recurso no prazo de cinco dias após a publicação.

Na gestão de 2009 à 2012 a população rural de São José dos Pinhais ficou sem transporte coletivo, pois foram tirados os ônibus que faziam esse transporte direto para a cidade. O fato contribuiu para a diminuição da aceitação do ex-prefeito Ivan Rodrigues, que acabou perdendo a eleição para Setim, o que contraria muitas forças ainda latentes em nossa cidade.
"Talvez as mesmas forças que alimentam essas injustiças" disse uma funcionária publica sobre a presente ação.

Desagravo

Após o conhecimento da ação, o prefeito Setim, que participou de um grande evento no final de semana, foi ovacionado por várias pessoas. Tem recebido apoio e estimulo pela sua posição, não só dos colegas de trabalho na Prefeitura, quanto de pessoas simples ou lideranças comunitárias da cidade.

"Quem conhece o trabalho do Setim jamais o condenaria por tentar favorecer um forte segmento da nossa cidade. Quando ele se definiu por não conceder aumento do preço das passagens, pensou justamente na população e por essa razão é um dos políticos mais admirados da nossa cidade. Ele sempre teve ótima cotação pelo povo desta cidade e não será este um empecilho para deixar de promover ações com justiça e seriedade", disse ontem o empresario Diogenes Jr. 

O prefeito continua recebendo mensagens de apoio, pela internet, telefonemas ou presenciais na sede da Prefeitura.

Fonte: Blog do Bronca

Vereador Leandro da Nifer é Presidente de Comissão Especial

 
Na Sessão Ordinária do dia 30 de abril, passou pelo Plenário o ofício nº 027/2013, do Gabinete da Presidência, designando para compor a Comissão Especial para analisar e propor soluções na prestação dos serviços da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – ECT, neste Município, como Presidente o Vereador Nilson Leandro de Sousa (Leandro da Nifer), membros da Comissão o Vereador Ubiratan Pedroso (Bira do Banco) e o Vereador Assis Manoel Pereira (Prof. Assis), conforme art. 60, do Regimento Interno, em atendimento ao Requerimento nº 027/2013, aprovado em 23 de abril do corrente ano, por proposição do Vereador Leandro da Nifer, considerando as inúmeras reivindicações da população quanto ao mau serviço prestado pelos Correios.

Segundo o Vereador Leandro da Nifer os próximos passos agora serão: ouvir todas as pessoas direta ou indiretamente envolvidas, fazer diligências e culminar com uma AUDIÊNCIA PÚBLICA, onde espera ter presente além dos Poderes Legislativo e Executivo, Ministério Público, Direção da ECT, Servidores dos Correios e população em geral. Para a partir daí a Comissão Especial elaborar um relatório de conclusão dos trabalhos para posterior encaminhamento aos orgão competentes.

Fonte: Blog do Vereador Leandro da Nifer

Vereadora Lúcia Stoco propõe criação do programa “São José Saudável”

A Câmara Municipal de São José dos Pinhais aprovou e o Prefeito Municipal sancionou a lei que institui a implantação do programa “São José Saudável” nos Centros de Esporte e Lazer de São José dos Pinhais

O projeto "São José Saudável" constitui-se de encontros envolvendo os temas da atividade física, nutrição e qualidade de vida, sendo uma extensão dos programas e atividades já existentes nas Secretarias Municipais de Saúde e Esporte e Lazer, como o programa “Caminhada Orientada” e a “Ginástica”.

Os encontros devem ser realizados pelo menos uma vez por mês, com a participação de nutricionista, endocrinologista e psicólogo, que já façam parte do quadro de servidores do município.

Os profissionais deverão dar orientações para uma alimentação saudável e balanceada para a manutenção da qualidade de vida dos participantes, além de fazer o acompanhamento de peso, diabetes, colesterol e comportamento emocional.

O objetivo do programa é promover um estilo de vida saudável, através de informação, alimentação balanceada e a atividade física. A criação do programa ”São José Saudável” visa à prevenção, tratamento, e manutenção da qualidade de vida dos participantes, através de informação, acompanhamento profissional e a inclusão de uma alimentação adequada, aliado a prática da atividade física.

Podem participar do programa cidadãos que tenham problemas com obesidade e todos que tenham interesse de ter uma vida mais saudável.

 Fonte: Assessoria de Imprensa da Vereadora Lúcia Stoco

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA SEMIEXTENSIVO GRATUITO EM AÇÃO


A Ong Em Ação que tem como um de seus fundadores o Vereador e 1° Secretário da Câmara Municipal de São José dos Pinhais e Presidida pelo Sr. Adelino Venturi Junior, abre inscrições para o Semiextensivo gratuito Em Ação.

As inscrições podem ser realizadas até o dia 10 de Maio de 2013 por meio do site www.emacao.org.br. O Sesi-PR e a ONG Em Ação, realizadores do projeto, disponibilizam 150 vagas para estudantes de baixa renda. As aulas são realizadas aos finais de semana no Cietep (Av. Comendador Franco, 1341. Jardim Botânico), em Curitiba. 

O curso é realizado há mais de 12 anos, por professores voluntários e já ajudou mais de 2 mil estudantes de Curitiba e São José dos Pinhais e demais municípios da Região Metropolitana a transformarem suas vidas. Muitos ex-alunos já estão formados e atuantes em suas profissões. São médicos, engenheiros, oficiais da PM, professores, entre outros profissionais que hoje ajudam no projeto como voluntários.

No último ano, aproximadamente 62% dos estudantes que cursaram o Em Ação foram aprovados no vestibular da UFPR, um dos mais concorridos do Paraná. Muitos deles, inclusive, passaram em cursos bastante disputados, como Medicina.

Os interessados devem fazer a inscrição por meio do site
www.emacao.org.br, pagar uma taxa de inscrição no valor de R$ 40, 00. Os candidatos inscritos, passam por uma prova e uma entrevista socioeconômica. As aulas começam em Maio. Mais Informações pelos telefones 3023-4702 e 3013-1549.

Fonte: Assessoria de Imprensa - Vereador Professor Marcelo

Rossi é outro nome forte para disputar as eleições como deputado federal em SJP


As eleições em 2014 para deputado federal serão disputadas por pelo menos três candidados em São José dos Pinhais. Outro nome forte é o do empresário Rossi. Filiado ao PSD, ele já tem o aval do diretório regional do partido.
 
Rossi atua na construção civil e é proprietário da Sial Engenharia, empresa responsável por várias obras de destaque em São José dos Pinhais, como a do Rio Ressaca e, recentemente, a ampliação do Aeroporto Internacional Afonso Pena.

Fonte: Fran Eventos - Assessoria de Imprensa

Execução

O guardador de carros Edimilson Jacinto da Silva, 28 anos, surdo e mudo, foi encontrado morto em um matagal, próximo a Rua João Lipinski, Colônia Muricy, zona rural de São José dos Pinhais, por volta das 17h de domingo.
 
O corpo dele já estava em avançado estado de decomposição, mas peritos encontraram uma marca na nuca da vítima, que aparentava ser ferimento por arma de fogo. Edimilson era usuário de drogas, morava no Jardim itália e atuava como guardador de carros perto da prefeitura, no centro da cidade

 Fonte: Paraná Online

Previsão do tempo para o feriado do Dia do Trabalhador

Fonte: Simepar
 
Fonte: GuiaSJP

Botafogo vence a primeira no "Cinquentinhas"



O Botafogo de São José dos Pinhais venceu a equipe de Araucária por 3x1, em jogo válido pela 5ª rodada do campeonato de Sêniors da Associação Paranaense do Esporte - "Cinquentinhas". O jogo foi disputado no Estádio Moacir Tomelin, na manhã de sábado (27).

Essa foi a primeira vitória da equipe são-joseense na competição. Com o resultado, o Botafogo soma quatro pontos e alcança a 8ª colocação. A equipe entrou em campo com: Adilson, Joãozinho, Genésio, Cid, Toninho, Mauri, Gilson, Zé Luiz, Néia, Orlando e Bilu. Técnico: Kosilek.

O começo complicado no campeonato deve-se à formatação do elenco e por não ter mandado nenhum jogo em casa nas quatro rodadas iniciais. A equipe está no grupo B, composto por 13 times. Os oito melhores se classificam para a próxima fase. O campeonato é disputado apenas por jogadores acima de 50 anos de idade e reúne um grupo seleto de ex-profissionais. Na equipe de Araucária, por exemplo, o campeão brasileiro de 1985 pelo Coritiba, Toby, comanda o meio de campo.

A outra equipe de São José dos Pinhais na competição é o Botafogo/Panelão. Com apenas três pontos ocupa a 12º colocação do grupo A. As duas equipes agradecem a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, em nome do secretário Thiago Buhrer, que sede os estádios municipais para a realização das partidas.

Fonte: GuiaSJP

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Setim, não é que a casa caiu? (Releases)

SÃO JOSÉ DOS PINHAIS - Justiça condena prefeito por renovação irregular de contrato do transporte coletivo



O Juízo da Vara da Fazenda Pública do Foro Regional de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, condenou o prefeito municipal, Luiz Carlos Setim, e a Auto Viação Sanjotur Ltda. por improbidade administrativa. Em sentença datada de 10 de abril, a Justiça determinou a perda do cargo de prefeito e a suspensão dos direitos políticos de Luiz Carlos Setim pelo período de seis anos. O Ministério Público do Paraná foi intimado da sentença na última semana. Como a decisão foi proferida em primeiro grau, ainda cabe recurso.

O prefeito e a Sanjotur, empresa responsável pelo transporte coletivo rural de São José dos Pinhais, respondiam ação na Justiça desde 2009, por dispensa de licitação em renovação de contrato de prestação de serviço do transporte público. O termo aditivo foi firmado em 2002, época em que Setim cumpria seu segundo mandato como prefeito.

A Justiça determinou na sentença a devolução dos valores correspondentes ao lucro obtido indevidamente pela Sanjotur, no período compreendido entre 27 de dezembro de 2002, data do aditivo, até o dia em que a viação deixar de operar na cidade, ou da regularização de sua condição de prestadora de serviço público. Os valores deverão ser ressarcidos ao erário, tanto pela empresa, como pelo prefeito municipal, que terão de pagar ainda multa de R$ 100 mil, cada. A empresa também fica proibida de contratar com o poder público e de receber benefícios e incentivos fiscais pelo prazo de cinco anos.

A ação também resultou na condenação da Auto Viação São José dos Pinhais, responsável pelo transporte público na área urbana da cidade, que teve seu contrato renovado com a administração pública sem a devida licitação no dia 7 de outubro de 1996. A empresa, no entanto, foi condenada apenas ao ressarcimento dos prejuízos decorrentes daquela renovação. Isso porque o prazo para aplicação das demais sanções da Lei de Improbidade Administrativa já estava prescrito. A lei determina que as ações por ato de improbidade sejam propostas até, no máximo, cinco anos após o fim do mandato do prefeito. No caso da Auto Viação São José dos Pinhais, a ação foi proposta dez anos após o término do mandato do então prefeito, João Batista Ferreira da Cruz (já falecido).

Fonte: Ministério Publico do Estado do Paraná

Prefeito de São José dos Pinhais é condenado por improbidade


Luiz Carlos Setim, prefeito de São José dos Pinhais, perdeu os direitos políticos por seis anos (Foto: Divulgação/ Prefeitura de S.J. P)

O prefeito de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, Luiz Carlos Setim, foi condenado por improbidade administrativa. A decisão da Vara da Fazenda Pública do Foro Regional determina que Setim deixe o cargo e também suspende os direitos políticos dele por seis anos. Além disso, Setim deverá pagar multa de R$ 100 mil. A decisão é de 10 de abril, porém, foi divulgada nesta segunda-feira (29). O prefeito pode recorrer.

A condenação tem como base, de acordo com o Ministério Público, a dispensa de licitação para renovação do contrato com uma empresa para realizar o transporte rural da cidade. Esta empresa, inclusive, também foi condenada.

Ela está proibida de firmar novos contratos com o poder público, de receber benefícios e incentivos fiscais e, assim como o prefeito, terá que pagar multa de R$ 100 mil. Os valores serão destinados ao erário.

A Justiça determinou ainda a devolução dos valores correspondentes ao lucro obtido indevidamente pela empresa, desde 2002, quando o aditivo foi firmado. Esta é a terceira vez que Setim assume a Prefeitura de São José dos Pinhais. As irregularidades, segundo a Justiça, ocorreram no segundo mandato.

Fonte: G1PR

Prefeito de São José dos Pinhais perde mandato por falta de licitação em serviços


Divulgação

O prefeito de São José dos Pinhais, Luiz Carlos Setim, foi condenado por improbidade administrativa pela Vara de Fazenda Pública de São José dos Pinhais. O juiz responsável pelo caso determinou a perda do mandato e a suspensão dos direitos políticos dele pelo período de seis anos. A empresa Auto Viação Sanjotur Ltda. também foi condenada. O prefeito e a empresa, que faz o transporte rural do município, teriam dispensado licitação para fechamento do contrato de prestações de serviço para a prefeitura. Como a decisão é de primeiro grau, ainda cabe recurso.

Fonte: Band News

Fotos: Divulgação

Reunião na cúpula politica tucana adentrou a madrugada. Se confirmada a notícia, a cidade pára!


O ex-candidato a prefeito de São José dos Pinhais, o jornalista José Augusto (foto), atual Presidente do PCB, durante o período eleitoral foi o autor de uma das graves denúncias contra Setim. Ele juntou vasta documentação e pediu ao Ministério Público rigorosa investigação. Porém, uma ação de 2002 que tramitava no Supremo Tribunal Federal pode ter deixado Setim inelegível e cassado os direitos políticos. 

Prefeito Luiz Carlos Setim pode deixar o cargo nesta segunda-feira. O vice-prefeito Toninho da Farmácia deverá assumir a prefeitura de São José dos Pinhais

A imprensa local ainda não se manifestou. O prefeito de São José dos Pinhais deverá ser intimado da decisão nas próximas horas. Setim também passa por sérios problemas de saúde e pensava em renunciar.

Fonte: Folha Pontal do Paraná

Vereador Leandro da Nifer fala sobre poluição sonora

 
Na ultima sessão ordinária (25), o vereador Leandro da Nifer fez uso da explicação pessoal para dar apoio ao Requerimento nº 028/2013, do Vereador Tadeu Camargo, encaminhado ao Poder Executivo, com o pedido de informação com relação à fiscalização do município, com referência a volume de som em casas noturnas e em festas particulares.

De acordo com o Vereador Leandro da Nifer: “quero dizer que passei 8 anos neste departamento que cuidava e fiscalizava, que ia atrás das ações negativas que eram feitas nas festas rave's, com som alto, enfim... Mais o município não tinha legislação pertinente para que se pudesse coibir. Você ia lá, notificava e no dia seguinte a mesma coisa estava acontecendo. Ao longo de 14 anos a coisa continua com o mesmo caso, do mesmo jeito e nós discutindo os mesmos casos. E grave,né? Pedindo as mesma informações de 15 anos atrás. As coisas continuam como eram, e acredito que não vai mudar tão logo,enquanto não tiver vontade política de realizar as coisas que são necessárias realizar, talvez com uma nova dinâmica desta casa, nesta legislatura, possamos estar enfrentando melhor essas demandas que se fazem presentes.”

 
O vereador ainda usou a palavra para falar sobre o dia da contabilidade e pelo fato de ser contador, o vereador lembrou-se da espoca nostálgica de realizar os impostos de renda e brincou falando: “ Não da para sonegar. Não dá para deixar de pagar o seu imposto de renda. E o contador como sempre, sofrendo.”

O vereador ainda fez uso da palavra para falar sobre a homenagem que o jornal e editora Nosso Jornal, através do proprietário e anfitrião da festa, Niwton Geraldo, realizou no último dia 18, premiando vários colegas, autoridades e legisladores deste município, inclusive o vereador Leandro da Nifer, demonstrando assim que os vereadores estão prestigiados pela imprensa desta cidade.
 
Fonte: Blog do Vereador Leandro da Nifer

Exposição divulga produção jornalística em São José dos Pinhais

Em destaque, informações do município e região que viraram notícia em todo o Paraná e Brasil; evento é em comemoração aos 20 anos de profissão do jornalista Marcos Rosa Filho e aos cinco anos do PautaSJP.com

Maior e mais antigo município da Região Metropolitana de Curitiba, São José dos Pinhais tem muita história para contar. E, com duas décadas de profissão, o jornalista Marcos Rosa Filho ajudou a disseminar algumas delas e, inclusive, a mostrá-las na capital paranaense e no estado.

Com a imparcialidade de um morador de São José dos Pinhais e o faro jornalístico apurado, Marcos observava importantes acontecimentos na cidade e acreditava ter o dever de mostrá-los à sociedade. “Fazer uma reportagem é ter o olhar na comunidade”, destaca o jornalista.

Foi com a ideia de propagar a notícia que o jornalista passou a ser fonte de informação de diversos veículos de imprensa e, em decorrência disso, o município ganhava o estado. “Nasci na Capital, mas sou são-joseense desde 1978. Conheço a cidade e acabei virando fonte de informações dos colegas”.

Para ilustrar um pouco de sua trajetória no jornalismo, Marcos Rosa Filho prepara uma exposição, em maio, sobre os 20 anos de trabalho na cidade. A mostra “São José dos Pinhais 20 anos de Jornalismo em Pauta” estará aberta ao público de 15 a 26 de maio, no piso L2 do Shopping São José.

“Acredito muito no regionalismo da informação e, na exposição, quero mostrar algumas imagens e histórias que fizeram o município e região aparecerem na grande mídia. Selecionei 20 delas, que evidenciam pessoas comuns com a propagação do trabalho jornalístico”, explica.

Efeito transformador

A trajetória do jornalista também é de empreendedorismo com a criação de um site de notícias que o envolveu ainda mais com a grande imprensa. “Trabalhava em um jornal local quando o editor de um importante veículo de São Paulo me ligou. Percebi que aí estava um nicho de mercado”, diz.

A região, de acordo com Marcos Rosa Filho, chama a atenção, tem montadoras, grandes empresas, um dos mais importantes aeroportos do país, “enfim, há notícia de interesse nacional e, então, há demanda para uma agência de notícias regional”, explana o jornalista.

Foi com essa visão que, em 2008, Marcos cria o
PautaSJP.com. “No portal são veiculadas matérias jornalísticas diárias, sendo, ao menos, uma exclusiva, autoral. O site possibilitou que São José dos Pinhais e região continuassem sendo tema de reportagens da imprensa.”

Para o jornalista são-joseense, o PautaSJP.com formalizou o trabalho que já fazia como fonte de informações na cidade. As notícias veiculadas são de editorias diversas e houve momentos em que o site atingiu picos de acesso por conta do material jornalístico regional.

Algumas histórias

Quando se conhece o local, fica mais fácil enxergar a notícia e, nesse quesito, Marcos Rosa Filho colecionou muitas histórias. “Fui o primeiro a falar de trabalhadores que saíram do Haiti por causa do terremoto e vieram para São José dos Pinhais. Isso gerou muitas reportagens e repercussões”, conta.
“Daqui, já ajudei revistas e jornais nacionais, impressos com circulação em todo o Paraná, um dos mais importantes jornais de Santa Catarina, além de tevês e programas de rádio”. Outro exemplo do qual o jornalista se orgulha foi uma pauta em um asilo. “Minha pauta chegou a uma tevê de Curitiba e, de certa forma, ajudei a devolver a alegria de um idoso. Ele havia tido sua sanfona roubada e, com a repercussão da notícia, ganhou duas de presente. Foi uma festa no asilo”, lembra.

Para a exposição “São José dos Pinhais 20 anos de Jornalismo em Pauta”, que acontece no
Shopping São José, de 15 a 26 de maio, o jornalista espera comemorar os 20 anos de carreira além dos cinco anos do Pauta SJP.com, o portal de notícias que fez a paixão pelo jornalismo virar ferramenta de informação pública.

Patrocínio

A mostra conta com o patrocínio da Comporta, Capitais Imóveis, Time Control Auditoria e Consultoria, Fiep Sesi Senai Iel - Faculdades da Indústria, Corbon Tecnologia em Vidros e Sial Engenharia e Construção.

Serviço:
Exposição “São José dos Pinhais – 20 anos em pauta”
Local: Shopping São José, piso L2
Data: de 15 a 26 de maio
Entrada franca

 
Fonte: Savannah

Integração de ônibus fica na berlinda


Sem subsídio estadual, transporte público integrado na RMC gera déficit anual de R$ 80,8 milhões e corre o risco de ser suspenso


O convênio que viabiliza a operação da Rede Integrada de Transporte (RIT) em Curitiba e outros 13 municípios da Região Metropolitana vence no próximo dia 7 e ainda não há acordo sobre a sua manutenção. As negociações entre a Urbanização de Curitiba (Urbs), operadora do sistema, e a Coordenação da Região Metropolitana (Comec), órgão do governo estadual responsável pelo setor, têm um impasse sobre a ajuda financeira, o que coloca em risco a integração do transporte entre as cidades.

Por enquanto, o estado oferece apenas a isenção do ICMS sobre o óleo diesel, o que é insuficiente para o sistema sair do vermelho. A tendência é de que o governo estadual deixe de pagar o subsídio atual de R$ 64 milhões para o serviço. Sem o auxílio estadual, a Urbs assumirá um déficit anual com o sistema de R$ 80,8 milhões.

Enquanto os dados da Urbs mostram que o transporte urbano de Curitiba é autossustentável – e chega a ter um superávit mensal de R$ 112,2 mil –, no cenário metropolitano a situação é diferente. As longas distâncias percorridas e a baixa ocupação geram um prejuízo mensal de R$ 6,7 milhões. Com isso, o custo técnico da passagem nos municípios vizinhos chega a R$ 4,19.

Risco

A falta de um acordo financeiro pode pôr um ponto final à integração entre os municípios, já que ele está atrelado ao ponto técnico que autoriza a Urbs a gerenciar todo o sistema. “Se não tivermos o convênio, não teremos competência legal para operar na rede integrada”, afirma o presidente da Urbs, Roberto Gregório da Silva Júnior. O coordenador geral da Comec, Rui Hara, reitera que a falta de acordo esbarra justamente na questão financeira. “O governo do estado oferta a questão do subsídio do diesel e discute o que pode haver além disso, o que é preponderante para o município [Curitiba], mas o governo do estado também tem dificuldades financeiras”, diz.

Luizão Goularte Alves, prefeito de Pinhais e presidente da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec), vê com preocupação a falta de acordo. “Se desintegrar, será um caos total, porque cada município vai ter que pegar seus passageiros, levar para Curitiba e jogar em algum lugar lá. Inclusive, desarticula todo o sistema de Curitiba”, avalia.

Para o professor do Departamento de Transporte da Universidade Federal do Paraná (UFPR) Garrone Reck, a integração de Curitiba e região é fundamental. “A integração não gera só custos, gera soluções também e deve ser mantida”, afirma. Reck ainda avalia que é preciso maior transparência nos cálculos tarifários. “Esse valor de R$ 4,19 é zombar da inteligência da população. Por que o passageiro da Fazenda Rio Grande, que faz o serviço local lá, tem que pagar taxa de gerenciamento para Urbs, ISS pra Curitiba, limpeza de tubo em Curitiba?”, questiona.

Maioria das cidades da RMC não tem rede própria
Levantamento feito pela Gazeta do Povo mostra que a maioria das 13 cidades metropolitanas que compõem a Rede Integrada de Transporte (RIT) não mantém uma rede de transporte urbano própria. Nesse caso, os próprios veículos da RIT funcionam como alimentadores, fazendo a ligação entre bairros e terminais. As linhas são geridas pela Comec, totalmente independente do poder executivo municipal.

Para o engenheiro Luís Antonio Lindau, PhD em Transportes e diretor-presidente da Embarq Brasil, o modelo de transporte ideal é aquele de uma rede única, integrada, multimodal e estruturadora. “Se eu tenho metrô, BRT, linha metropolitana e urbana, aí tenho rede demais. O ideal é montar uma rede única e multimodal”, avalia. Essa situação já ocorre nas cidades de Itaperuçu, Campo Magro, Colombo, Almirante Tamandaré, Pinhais, Fazenda Rio Grande e Contenda, que não mantêm serviço urbano.

Por outro lado, a rede urbana municipal também tem suas vantagens, como um preço mais baixo. “Cada município da região pode ter sua rede urbana montada de acordo com os interesses locais e conectá-la com a metropolitana por integração. Em muitos casos, o serviço metropolitano onera o municipal”, analisa o professor da UFPR Garrone Reck. Nesse modelo se encaixam as cidades de Araucária, Campo Largo, São José dos Pinhais, Piraquara, Bocaiúva do Sul e Rio Branco do Sul.

Disparidades

Mesmo assim, os municípios apresentam muitas disparidades entre si. Enquanto São José dos Pinhais possui um modelo que transporta 1,5 milhões de passageiros por mês, com bilhetagem eletrônica, o serviço urbano de Piraquara é restrito a duas linhas regulares ao longo da semana e uma que opera apenas nos finais de semana.

Até mesmo as cidades que usam apenas a estrutura da RIT podem enfrentar problemas. Esse é o caso de Contenda, que mantém um acordo verbal com Araucária há cinco anos para garantir a integração. Uma linha sai da cidade e segue para Araucária, onde pode ser feita a integração ao sistema. Como a linha é considerada deficitária pelo município vizinho, há o risco de o serviço ser suspenso e Contenda não possuir recursos para assumir o transporte.

São José dos Pinhais

“Não vemos possibilidade [de substituir a RIT]”, resume o secretário municipal de Trânsito e Transportes, Adriano Marcus Mühlstedt, sobre a eventual interrupção na rede integrada de transporte intermunicipal. Apesar de duas empresas de ônibus atuarem no sistema urbano, da região central para os bairros, a cidade não tem convênio paralelo com outros municípios para garantir o acesso à capital. O secretário avalia que uma readequação das linhas poderia apontar formas de cortar os custos do sistema. “A integração é um benefício para as cidades da Região Metropolitana e para Curitiba. Os problemas são comuns e as soluções devem ser discutidas de maneira conjunta”, afirma.

Fonte: Gazeta do Povo

ESTAMOS EM ESTADO DE GREVE



O resultado da primeira reunião de negociação não agradou os servidores, que diante dos pedidos de confiança do Prefeito Luiz Carlos Setim, esperavam maior reconhecimento e valorização.
Para nossas pautas prioritárias, nenhuma resposta concreta. A única proposta foi a criação de um conselho de avaliação com a finalidade de estudar e encaminhar os temas de interesse dos servidores. Esta proposta, porém, ficou vaga, sem apresentação de datas e cronogramas de início e fim dos trabalhos, nem de critérios de composição e poder de deliberação deste conselho.

Assim, ainda confiando na possibilidade de avanços nas negociações, porém com ressalvas diante da postura da Administração, os servidores deliberaram ficar em estado de greve, enquanto aguardam que a Prefeitura reavalie e apresente propostas melhores na próxima reunião de negociação, que ocorrerá no dia 3 de maio.

O QUE É O ESTADO DE GREVE?

O estado de greve é a preparação para uma possível greve.
Isso significa que não estamos em greve ainda, mas é possível que ela aconteça. Tudo vai depender do resultado da próxima reunião de negociação.
Esperamos que o Prefeito apresente respostas mais coerentes com a valorização dos servidores.
Por isso é importante continuarmos mobilizados, fazendo panfletagens, conversando com a população sobre a nossa situação, solicitando o apoio dos vereadores, usando a camiseta da mobilização ou uma roupa vermelha.
E é fundamental lotarmos novamente a assembleia, pois juntos somos fortes!

Assembleia geral dia 03/05 às 18h30 para avaliação e deliberação sobre os resultados da segunda reunião.

Não falte!

Fonte: SINSEP

Irmão mantém o outro refém dentro de casa

Um homem manteve o irmão refém dentro de uma casa, na cidade de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, na noite de ontem (26). O indivíduo foi denunciado por outro irmão que estava dentro de casa quando o sequestro teria acontecido.

O caso aconteceu no Jardim Alvorada, na Rua Giocondo Dall Stella. Segundo a Polícia Militar, o suspeito estaria armado e ameaçava um dos irmãos, quando o outro ligou para a Guarda Municipal para pedir socorro. Os guardas solicitaram a presença do Comando de Operações Especiais (COE) da PM para negociar a rendição do acusado.

Mais tarde o homem se rendeu à PM e também entregou a arma do crime. A motivação do sequestro não foi informada pela PM.

 Fonte: CGN

Funcionários da CAIXA doam livros a Biblioteca Municipal



Funcionários e ex-funcionários da CAIXA ECONOMICA FEDERAL de São José dos Pinhais fizeram a doação de 250 livros para o município, através da Secretaria de Cultura. Os exemplares faziam parte de uma pequena biblioteca composta e mantida pelos funcionários e ex-funcionários da unidade da rua XV de Novembro que entenderam ter maior utilidade junto ao acervo do município.

“Os livros foram adquiridos com a contribuição espontânea dos funcionários durante a década de 90, bem como com doações que recebemos no decorrer deste anos, para nosso uso próprio. Porém, neste momento avaliamos que teriam mais utilidade se um número maior de pessoas pudessem ter acesso a eles. Desta forma decidimos fazer a doação a Secretaria de Cultura para utilizá-los junto as bibliotecas existentes. A ideia é de colaborar em ampliar as opções em literatura para a comunidade, em particular em prol daqueles que não tem acesso”, comenta um dos envolvidos na doação.

Fonte: Vera Rosa

Lions investe na renovação para garantir mais participação

O governador Edinor Mariot, na Câmara de SJP, durante abertura dos trabalhos da 52º Convenção do Distrito LD-1, na sexta (26)

Ano passado, o PautaSJP.com publicou reportagem sobre os clubes de Rotary da cidade que trabalham a renovação dos seus quadros para garantir a participação das próximas gerações. Na última sexta (26), o site acompanhou a abertura, na Câmara Municipal, da 52º Convenção do Distrito LD-1 do Lions. A renovação é um dos objetivos do encontro estadual organizado pelo clube são-joseense Lions Clube Centro. O Lions também busca a oxigenação de seus grupos e, como o Rotary, mais divulgação das ações comunitárias. Os novos projetos pretendem fazer frente a outros interesses como shopping, praia, jantares e demais opções familiares e de amizades.

Segundo o governador do Distrito LD1, Edinor Antonio Mariot, o esvaziamento dos clubes é um fato que também ocorreu nos clubes sociais de lazer, e o Lions investe nas novas gerações e classes profissionais.

“Os jovens são o futuro dos clubes de serviços e por isso lançamos os grupos mirins, de até 12 anos, mais os grupos universitários, de até 30 anos. Da mesma forma, temos grupos entre 12 e 18 anos e os segmentados por categorias profissionais. Existem clubes com participação de núcleos de advogados, engenheiros e outras profissões”, explica Edinor Antonio Mariot, que abriu os trabalhos da convenção de dois dias no município. O evento atraiu integrantes de várias cidades como Cascavel, Foz do Iguaçu e Ponta Grossa.

A são-joseense Neusa Koerbel lembra que o Lions realiza grandes projetos sociais e o clube tem avaliado como divulgar o apoio que chega a milhares de crianças, jovens e idosos. “A base é a cooperação, o espírito voluntário e a doação sem visar retorno pessoal e financeiro. Algumas empresas se interessam em participar das ações, em que existe a vantagem da divulgação perante a comunidade, porém, não se pode almejar o lucro”, avalia Neusa Koerbel.

O presidente do Lions Centro, Eugenio Pissaia, trabalha o associativismo com base nas orientações da governadoria. “É um desafio crescer em meio a muitos eventos por parte das igrejas e também nas empresas, que também passaram a atuar socialmente. Temos trabalhado o espírito do Lions dentro de casa, a partir dos nossos filhos”, conta Eugenio Pissaia.

Fonte: PautaSJP

domingo, 28 de abril de 2013

Passageiro embarca em ônibus errado e apedreja cobrador

O cobrador Flávio Alexandre de Lima levou uma pedrada na cabeça de um passageiro de ônibus que embarcou no Jardim Urano, em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba, na madrugada deste sábado (27), e ficou gravemente ferido. O motivo da pedrada foi o fato do agressor ter embarcado no ônibus errado.

O gerente de tráfego da empresa São José, Roberto Carlos Osório, para qual o cobrador trabalha, lamentou o que aconteceu. "Este rapaz embarcou no ônibus errado e quando viu que estava na Avenida das Torres começou a reclamar que o ônibus não iria para a BR-277. Ele discutiu com o motorista e o cobrador, porque queria que eles mudassem a rota. Em dado momento, o motorista parou para ele descer, só que ao invés de ir embora este rapaz pegou uma pedra e tacou contra o cobrador, acertando a cabeça dele", descreveu em detalhes.

Um Boletim de Ocorrência do caso foi feito junto à Polícia Civil. O agressor fugiu e não foi alcançado. O cobrador foi encaminhado ao Hospital Cajuru em estado grave.

Fonte: Banda B

sexta-feira, 26 de abril de 2013

CORRIDA DE RUA SÃO JOSÉ DOS PINHAIS - 1ª Etapa



Largada: 8h

MODALIDADES
• Corrida 5km e 10 km
• Caminhada 5km

Vagas: 600 participantes

VALORES
Publico Geral: 40,00 + (taxa de comodidade).

Assessorias e Equipes: acima de 10 inscritos a 11ª é cortesia - Entrar em contato com assessocor@assessocor.com.br

Idosos Acima de 60 anos: 50%.
Cadeirantes: Gratuito.

Período de inscrições:
*Estarão disponiveis até 06/05 ou até que se atinja o limite técnico de participantes.

KIT DO ATLETA
O kit será entregue para todos os participantes devidamente inscritos na prova:

• Camiseta Poliamida (escolha de tamanhos, conforme ordem de chegada - PP, P, M, G, GG, XG)
• Número de peito, chip eletrônico,
• Sacola,
• Squeeze,

Pós prova:
• Isotônico PoweRADE,
• Mesa de Frutas pós prova,
• Medalha de Finisher (para quem completar o percurso),
• Hidratação com água no percurso e na chegada,
• Certificado de conclusão para download no Assessocor.com.br,


Entrega de Kits: 11 de Maio (sábado)

Local: Shopping São José - Loja Tennis & Training (piso L1, loja 115, (41) 3035-6383)
Horário: das 10h às 20h.

ESTRUTURA
Estrutura de Prova (guarda-volumes, sanitários, primeiros socorros),
Seguro Atividade e demais itens que a Organização possa agregar.

PERCURSO
Confira o percurso dos 10km e 5km:


(Clique na imagem para ampliar)

PREMIAÇÃO
• Nos 5km e 10km: Troféu do 1º ao 5º Geral Masculino e Feminino.
• Nos 5km e 10km: Medalhão do 1º ao 3º Categorias Masculinas e Femininas.

CATEGORIAS POR FAIXA ETÁRIA:

MASCULINO
16 a 19 anos - nascidos entre 1997 e 1994
20 a 24 anos - nascidos entre 1993 e 1989
25 a 29 anos - nascidos entre 1988 e 1984
30 a 34 anos - nascidos entre 1983 e 1979
35 a 39 anos - nascidos entre 1978 e 1974
40 a 44 anos - nascidos entre 1973 e 1969
45 a 49 anos - nascidos entre 1968 e 1964
50 a 54 anos - nascidos entre 1963 e 1959
55 a 59 anos - nascidos entre 1958 a 1954
60 a 64 anos - nascidos entre 1953 e 1949
65 a 69 anos - nascidos entre 1948 e 1944
70 anos ou + - nascidos entre 1943 e 1913

FEMININO
16 a 19 anos - nascidas entre 1997 e 1994
20 a 24 anos - nascidas entre 1993 e 1989
25 a 29 anos - nascidas entre 1988 e 1984
30 a 34 anos - nascidas entre 1983 e 1979
35 a 39 anos - nascidas entre 1978 e 1974
40 a 44 anos - nascidas entre 1973 e 1969
45 a 49 anos - nascidas entre 1968 e 1964
50 a 54 anos - nascidas entre 1963 e 1959
55 a 59 anos - nascidas entre 1958 e 1954
60 anos ou + - nascidas entre 1953 e 1913

Também serão distribuídos VALE-COMPRAS para os 1º (R$150,00), 2º (R$100,00) e 3º (R$ 50,00) lugares, sendo 5km masculino e feminino e nos 10km. R$ 1.200,00 em prêmios, além de 5% de desconto para os atletas utilizarem no dia da entrega dos kits na loja.

*Todos os atletas que concluírem dentro do tempo técnico de 1h45m, receberão uma medalha de participação.

ORGANIZAÇÃO
Realização: Secretaria de Esporte e Lazer de São José dos Pinhais.

A organização da prova salienta que é obrigatório aos atletas participantes o conhecimento do Regulamento da 1ª CORRIDA DE RUA DE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS 2013, disponível no link a seguir:Regulamento.

DÚVIDAS E SUPORTE
Dúvidas relacionadas às inscrições online, por favor fale com:

Por E-mail: assessocor@assessocor.com.br - Seg à Sexta das 9h às 18h
(Finais se semana e feriado atendemos com respostas no mínimo de 6h pós envio).

Fonte: Assessocor

Apesar da garoa no início da manhã, mais de 70 são-joseenses foram doar sangue

Elaine Rodrigues e Helia de Almeida, funcionárias da Michelli Board Shop, foram no início da tarde ao ônibus do Hemepar 

A chuva fraca no início da manhã, da última quarta (24), não desanimou os voluntários da campanha “Doação de Sangue - faça do seu dia mais um dia de alguém”. Segundo o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar), até o fim do dia, compareceram no ônibus de coleta, no estacionamento do Hospital São José dos Pinhais, 76 doadores. 

A mobilização tem apoio de vários grupos da sociedade, como a Associação Comercial (Aciap), clubes de Rotary do município, Vivência - Centro de Atendimento em Psicomotricidade Relacional, delegacia do Conselho Regional de Contabilidade do Paraná (CRC-PR), Regional São José dos Pinhais da Associação Brasileira de Odontologia (ABO) e Associação dos Funcionários Públicos Municipais (AFPM).

A ideia é a divulgação e presença de diferentes categorias profissionais que são homenageadas no calendário. Em 15 de abril se comemorou o Dia Mundial do Ciclista. Na quarta, integrantes do grupo Sanjo Bikers foram os primeiros a chegar no ônibus, que fica estacionado nas últimas quartas de cada mês no Hospital Municipal São José dos Pinhais. 

“Nós recebemos o chamado por e-mail e viemos. Praticamos um esporte que é exemplo de condicionamento físico e a doação pode contribuir para as pessoas que estão se reabilitando”, diz José Guilherme da Silva.

A blogueira Moninha Piovezan, também doou na última quarta (24)

A doação também teve a participação de Moninha Piovezan, do blog Olhos do Povo. “Quero me programar para doar sempre pois é uma contribuição muito importante”, comenta Moninha Piovezan.

Retorno do voluntariado
O Hemepar registra a doação e emite carteira de doador. Quando o doador realizar a sua terceira doação dentro do prazo de um ano, ele pode entrar em contato com o Hemepar. É necessário avisar sobre esta terceira doação para receber a nova carteira acompanhada do certificado que dá direito a 50% de desconto em eventos culturais, como shows e peças de teatro.

Patrocinadores
Justino Outdoor, Drogarias Paraná, Réplica Comunicação Visual, Salish Comunicação e Shopping São José.

Profissões e mercado em abril
07 Dia do Corretor, Dia do Jornalista, Dia do Médico Legista; 08 Dia do Correio, Dia do Profissional de Marketing; 10 Dia da Engenharia; 12 Dia do Obstetra; 13 Dia do Office-Boy; 15 Dia do Desenhista; 19 Dia do Exército Brasileiro, Dia Nacional do Índio, 21 Dia do Metalúrgico, Dia do Policial Civil e Militar; 23 Dia Mundial do Escoteiro; 24 Dia do Agente de Viagem; 25 Dia do Contabilista; 26 Dia do Engraxate; 27 Dia da Empregada Doméstica; 28 Dia da Educação; e 29 Dia do Ferroviário.

Informações
Contato da campanha “Doação de Sangue - faça do seu dia mais um dia de alguém” no e-mail pauta@pautasjp.com e 41-9641-9674. Facebook perfil São José dos Pinhais https://www.facebook.com/facadoseudiamaisumdiadealguem.

Fonte: PautaSJP

Marido de PM vê assalto no salão em que ela estava, reage e é morto por bandidos

Um homem de 27 anos, marido de uma Policial Militar, morreu na tarde desta quinta-feira (25) depois de reagir a um assalto no Jardim Fênix, em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba. Segundo a Polícia Militar, Cleiton de Souza Brum viu o momento em que três bandidos armados entraram no salão em que sua esposa estava e reagiu ao assalto, entrando em luta corporal e sendo atingido pelos marginais.

O tenente Gantzel, do 17° Batalhão da Polícia Militar, contou à Banda B que os suspeitos, antes do assalto ao salão, haviam roubado uma loja de som. “Foram até este local em que estava a PM e o marido viu o que aconteceu e reagiu, talvez para salvá-la. Ele estava do lado de fora esperando ela e entrou em luta corporal com os bandidos”, contou o tenente.

“Estamos fazendo buscas para prender estes marginais. Infelizmente é uma tragédia que aconteceu hoje”, complementou.

O caso é investigado pela Delegacia de São José dos Pinhais.

Fonte: Banda B

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Proposta da prefeitura não satisfaz servidores


A primeira reunião entre o Sinsep e a prefeitura de São José dos Pinhais, que aconteceu na manhã desta quinta-feira, foi marcada por muita conversa e pequenas decisões. A prefeitura se nega a conceder qualquer ganho real aos servidores públicos, repassando somente o índice inflacionário. Em assembleia, a categoria decidiu por não aceitar a proposta e continua mobilizada indicando paralisação caso não haja avanços na próxima reunião, que acontecerá no dia 3 de maio, sexta-feira. 

Foi o Secretário de Administração, José Carlos Silva, quem comandou o anúncio das propostas. Sobre as avaliações econômicas, apenas o repasse da inflação e o aumento do vale alimentação de R$15,44 para R$17 foram garantidos. Para atender as demais necessidades dos servidores, ele propôs a criação de um conselho de avaliação, garantida no artigo 39 da Constituição Federal. 

Além de as propostas econômicas não atenderem os anseios da categoria, o sindicato se mostra bastante rígido quanto à formação deste conselho, já que a Constituição indica, mas não o regulamenta. “Precisamos de garantias. De boas intenções os governos anteriores também estavam cheios. Queremos bons resultados”, exalta Juciane Zuanazzi, presidente do Sinsep.

Sem propostas concretas, o prefeito Luiz Carlos Setim alegou não ter tempo suficiente de mandato para atender todas as reivindicações nesse momento, postura esta que causa revolta na categoria já que é de praxe que os administradores culpem os gestores anteriores pelas más qualidades do serviço público e deixem os servidores sempre na espera. “Nós não nos pautamos por mandato ou prefeito, mas pelas necessidades dos servidores”, enfatizou Juciane.

Responsabilidade Fiscal
O Tribunal de Contas da União aponta que o município tem 38% da Receita Corrente Líquida comprometidos com o gasto com pessoal, sendo o limite prudencial de 51,3% e o limite máximo 54%. Já a prefeitura apresenta dados divergentes que apontam um GP de 45%, acusando o TCU de mascarar alguns números. Porém, para o Sinsep, além de bastante polêmico, isto não é desculpa para que os servidores fiquem sem ganho real, já que municípios vizinhos, mesmo estando com as contas bastante apertadas, estão fechando negociações salariais vantajosas. Em Campo Largo, por exemplo, onde o GP compromete 51% da RCL, os servidores públicos tiveram 9% de aumento.

Segundo Sandro Silva do Dieese, é preciso considerar que, além de São José dos Pinhais ter margem suficiente para melhorar a negociação, a receita deverá aumentar em 15% somente neste ano. Já Juciane lembrou que, embora pequeno, a categoria teve ganho real nos últimos anos e não vai ficar satisfeita em ter somente o valor da inflação desta vez. “Estamos perdendo servidores para outros municípios onde eles encontram salários e condições de trabalho melhores do que os daqui”, lamentou a presidente.

Deliberações
Os servidores votaram em assembleia por não ceder até que melhores propostas sejam feitas. Eles aguardarão mobilizados até o próximo dia 3, dia da segunda reunião. Se não houver ganho real e o vale-alimentação não for equiparado à média regional apontada pela Assert Brasil, no valor de R$26,55, além da regulamentação da negociação com definição de cronograma, os servidores vão parar. A data da paralisação será escolhida em nova assembleia ainda no dia 3.

Fonte: SINSEP

Homem é morto a tiros e amigo fica ferido em São José dos Pinhais


Foi no final da noite de quarta-feira (24), na Rua Lindolfo Damann, no bairro Guatupê, em São Jose dos Pinhais.

Valdinei Paes da Silva e um rapaz conhecido como "Beiço" foram baleados. Valdinei morreu no local e "Beiço" foi socorrido.

O cabo Alves, da Polícia Militar, falou sobre o caso:


Fonte: Na Tela do 190

Motorista foge depois de bater em moto e matar ciclista na Avenida das Torres


Enquanto motociclista descia atendia vítima, um veículo Fiat Palio teria atropelado os dois

Um ciclista morreu e um motociclista ficou ferido na noite desta quarta-feira (24) depois de uma colisão na Avenida Comendador Franco, conhecida como Avenida das Torres, no bairro Boneca do Iguaçu em São José dos Pinhais, próximo ao portal de entrada da cidade. Na região metropolitana de Curitiba. O homem que estava na bicicleta não tinha sido identificado até a madrugada de hoje (25). O veículo que teria atropelado os dois fugiu sem prestar socorro às vítimas.


Ciclista foi atropelado duas vezes

O ciclista de aproximadamente 50 anos morreu pouco depois do acidente e o piloto da motocicleta, de aproximadamente 35 anos, foi encaminhado ao Hospital São José, sem risco de morte. De acordo com informações repassadas à Banda B, o motociclista e o ciclista colidiram. Enquanto o motociclista descia da moto para atender a vítima, um veículo Fiat Palio teria atropelado os dois. Ele fugiu sem prestar socorro aos feridos. Não há registro das placas do carro, até então.

Os socorristas do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) foram acionados, mas o ciclista já estava morto. O soldado Dias da ROTAM do 17º Batalhão que passava pelo local logo que aconteceu a colisão, confirmou o envolvimento do veículo Palio no acidente. “Eu vi a cor e sei que ele não parou para atender as vítimas. Estava sentido Curitiba”, contou.

O motociclista segue internado, mas passa bem. A polícia busca informações sobre o paradeiro do veículo que atropelou as vítimas.
 
Fonte: Banda B

Um ano depois, haitianos continuam a buscar trabalho em SJP

Jacques Wesley trocou Caxias do Sul-RS por São José dos Pinhais porque gosta mais do clima são-joseense

No começo de 2012, uma pousada no Rio de Una, área rural de São José dos Pinhais, recebeu o primeiro grupo de haitianos considerados refugiados sociais do terremoto que devastou o país caribenho em 12 de janeiro de 2010. O município foi o primeiro entre a Capital e demais cidades metropolitanas e ter haitianos autorizados a trabalhar. Um ano depois, outros haitianos passam pela República Dominicana, Panamá, Peru até chegarem ao Acre ou Amazonas, e se instalam em São José dos Pinhais, com o sonho de ganharem dois salários. O valor é mais de mil por cento do que se recebe atualmente em empregos similares no Haiti.

Jacques Wesley saiu do Haiti ano passado e mora há três meses no bairro Borda do Campo trabalhando em uma empresa de instalação de vidros. Em 2010, natural de St Michelle de Artibonite, ele não foi diretamente atingido pela tragédia que vitimou mais de 300 mil pessoas na região da Capital Porto Príncipe, mas conhece bem a história, pois perdeu amigos e vários primos.

“Os haitianos se ajudam muito lá, mas não existe trabalho e fora do Haiti encontramos muitas oportunidades e o retorno financeiro é grande. No Brasil, também somos muito unidos, pois quando um haitiano fica sabendo de um trabalho imediatamente avisa aos outros. Eu cheguei a trabalhar e Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, mas é muito frio. Gosto de São José e do clima daqui”, conta Jacques Wesley.

Instalar vidros é uma atividade bem diferente do que tinha no Haiti. “Era professor de crianças. No Haiti, a formação de um professor como ensino base é para lecionar várias disciplinas. Depois do terremoto me tornei tradutor da ONU em francês e inglês. Gostaria de ser professor aqui em São José dos Pinhais. Entrei com pedido no Consulado para trazer meu filho e minha esposa”, projeta Jacques Wesley, que está guardando dinheiro para unir a família, pois, o custo por pessoa seria de cerca de 4 mil dólares, incluindo o visto de 250 dólares, mais os gastos no Brasil em média por três meses até a legalização.

Secretaria Municipal do Trabalho
De acordo com a Prefeitura de São José dos Pinhais, por meio da Secretaria de Trabalho e Emprego, neste ano, apenas um haitiano procurou a Agência do Trabalhador. Ele foi encaminhado para uma entrevista em uma empresa de carga e descarga, no entanto, não compareceu. A Secretaria tem conhecimento de que o maior volume de procura pelos haitianos tem sido na Agência do Trabalhador de Curitiba. Informações sobre postos de trabalho 3283-6800.

Fonte: PautaSJP